Conheça o que você consome

Composição da Água La Fontana

A Água LA FONTANA é envasada tal como foi concebida pela natureza e pode ser consumida por pessoas de qualquer idade, sem restrições. É recomendável também na alimentação infantil, por sua pureza, sais minerais e características físico-químicas, absolutamente saudável. A agua mineral LA FONTANA VITA e CRYSTAL LIFE são sinônimos de saúde e carinho. Conheça a funçao de cada componente da água em nosso corpo.

Bário

O Bário é um elemento raro nas águas naturais, em teores de 0,007 a 0,9 mg/L. A principail fonte natural é a erosão de depósitos naturais onde ocorre na forma de barita (BaSO4), ou feldspatos. O Bário é um elemento estimulante muscular em concentrações baixissímas de até 0,7 mg/L. Pela resolução 20 do CONAMA, o limite permitido de Bário em águas de consumo é de 1,0 mg/L, acima deste valor é uma substância tóxica ao organismo./p>

Quantidade de Bário na água: 0,015 mg/L

Brometo

Brometo é necessário as células brancas do sangue da classe dos granulócitos, especializadas por combater parasitas multicelulares (eosinófilos), os quais o usam para produzir compostos antiparasíticos

Quantidade de Brometos na água: 0,01 mg/L



Bicarbonato

O bicarbonato, presentes na água mineral, combate a fadiga muscular, eliminando a acidez provocada pela digestão do açucar ou das frutas cítricas. Dessa forma, os bicarbonatos tem um efeito digestivo benéfico ao corpo humano.

Quantidade de Bicarbonatos na água: 8,36 mg/L

Cálcio

O Cálcio é essencial para a transmissão nervosa, coagulação do sangue e contração muscular na forma de íon de Cálcio (Ca2+). Atua ainda na respiração celular e garante a boa formação e manutenção de ossos, dentes e unhas. Por sua presença na formação óssea, o cálcio é um dos elementos mais abundantes no corpo humano. Recentemente foi descoberto que o Cálcio ajuda na produção dos líquidos linfáticos.

Quantidade de Cálcio na água: 0,906 mg/L



Cloreto

O cloro, na forma de íon cloreto (Cl-), é um dos principais ânions inorgânicos em águas naturais e residuárias. É um produto químico altamente tóxico e venenoso ao ser humano, utilizado para a eliminação de bactérias, vírus e germes. Segundo o Ministério da Saúde, o teor máximo de cloreto permissível, em águas de abastecimento, é de 250 mg de Cl-/L. Logo, quanto menor a concentração de cloretos na composição da água melhor é para o organismo humano.

Quantidade de Cloretos na água: 1,77 mg/L

Estrôncio

As formas estáveis (não radioativas) dos sais de estrôncio não são tóxicas para o corpo humano e têm fisiologia semelhantes a do cálcio, ou seja, estão envolvidos na formação do esqueleto e dos dentes. Um ser humano adulto tem em média a possibilidade de ingestão diária de 0,8 a 5,0 mg sem causar problemas a saúde.

Quantidade de Estrôncio na água: 0,011 mg/L



Fluoreto

O fluoreto (íon de flúor) contido na água ajuda na proteção dos dentes contra a carie, formando um escudo de proteção nos dentes, e previne osteoporose. Estudo realizado na Universidade Saskatchewan (Canadá), concluiu que mulheres que bebiam água fluoretada tiveram um aumento de 11% na densidade óssea reduzindo a possibilidade de Osteoporose.

Quantidade de Fluoreto na água: 0,003 mg/L

Magnésio

O magnésio, assim como o cálcio, contido na água fortalece os ossos e dentes e auxilia no controle da hipertensão arterial devido ao efeito vasodilatador, o que relaxa os vasos sanguíneos e diminui a pressão arterial, aliviando o estresse. Adicionalmente, estudos associam este mineral ao controle da glicose sanguínea e combate a resistência a insulina, problema este que desencadeia no excesso de peso e diabetes tipo 2.

Quantidade de magnésio na água: 0,78 mg/L



Nitrato

O nitrato é uma substância tóxica ao organismo humano. Segundo o padrão de potabilidade da OMS, concentração máxima permitida é de 10 mg/L. A sua toxicidade deve-se ao fato de que o nitrato pode dar origem ao nitrito no organismo que diminui a quantidade de oxigênio livre no sangue e causando cianose e asfixia. Adicionalmente acima de 10 mg/L, no sistema digestivo, o nitrato é transformado em nitrosaminas, que é potencialmente cancerígena.

Quantidade de nitrato na água: 2,14 mg/L

Potássio

O potássio contido na água mineral é essencial para o bom crescimento e funcionamento de nossa massa muscular. O potássio é responsável pela condução dos sinais elétricos pelo corpo, por isso, a sua falta piora a taxa de resposta dos músculos, provocando menor mobilidade e flexibilidade, diminuíndo o estado de alerta e piorando as condições gerais orgânicas e de raciocínio.

Quantidade de potássio na água: 0,962 mg/L



Sódio

O sódio nas celulas do organismo provoca o acúmulo de líquidos na célula, elevando a pressão e inchando o corpo humano. Portanto o melhor é consumir águas com baixo teor de sódio, como as águas La Fontana. Segundo a OMS, o valor máximo recomendável de sódio na água potável é 200 mg/L.

Quantidade de sódio na água: 2,18 mg/L

Sulfato

O sulfato contido na agua ajuda e eliminar dejetos tóxicos do organismo, contribui na diluição de calculos renais e tem efeito preventivo contra a cristalização de acido úrico. Os sulfatos presentes na água mineral são catalisadores para o pâncreas na produção das enzimas digestivas. Essas enzimas aliviam os problemas do aparelho digestivo, como inchaço e constipação, reduzindo os níveis de coagulação das toxinas no duodeno e no intestino.

Quantidade de sulfato na água: 0,28 mg/L



Características Físico-Químicas

A Água LA FONTANA é envasada tal como foi concebida pela natureza e pode ser consumida por pessoas de qualquer idade, sem restrições. É recomendável também na alimentação infantil, por sua pureza, sais minerais e características físico-químicas, absolutamente saudável.

pH

pH (potencial hidrogeniônico) representa o equilíbrio entre íons H+ e íons OH; varia de 0 a 14 e indica se uma água é ácida (pH inferior a 7), neutra (pH igual a 7) ou alcalina (pH maior do que 7). O pH da água depende de sua origem e características naturais.

pH da água: 5,52

Temperatura

Á medida da temperatura (intensidade de calor) é um parâmetro importante, pois, influência algumas propriedades da água tais como densidade, viscosidade, oxigênio dissolvido. Águas minerais provenientes de fontes naturais geralmente possuem temperaturas entre 16 e 20°C.

Temperatura da água na fonte: 19,0°C



Condutividade

Condutividade é a capacidade que a água possui de conduzir corrente elétrica. Este parâmetro está relacionado com a presença de íons dissolvidos na água, que são partículas carregadas eletricamente , quanto maior for a quantidade de íons dissolvidos, maior será a condutividade elétrica na água.

Condutividade elétrica a 25°C: 32,1 mS/cm

Sólidos na Água

A presença de matéria em suspensão na água, como argila, substâncias orgânicas divididas, organismos microscópicos e outras partículas são indicadas pelo valor sólidos supsensos dissolvidos, cor, turbidez e resíduos de evaporação.

Sólidos em suspensão: Ausente
Cor e turbidez: Ausente
Resíduo de evaporação a 180°C, calculado: 30,72 mg/L



Portaria de Lavra nº 125, de 12/05/2006
Processo nº 820.332/1998 – DNPM
Análise nº 224/LAMIN/CPRM-SP, de 18/09/2017



Mande uma mensagem

Contato

Nós estamos muito interessados no que você tem a dizer. Por isso, criamos este espaço para você fazer seus comentários, dar sugestões e esclarecer dúvidas. Preencha os campos de identificação abaixo para que sua mensagem possa ser devidamente registrada e respondida adequadamente. Sua opinião é muito importante para nós!

Sua mensagem foi enviado com sucesso. Obrigado!